quinta-feira, 31 de julho de 2014

Abertas inscrições para ocupação de pauta do Teatro Luiz Mendonça






A Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Cultura, abriu nesta segunda-feira (28) as inscrições para os interessados em apresentar propostas de pautas para ocupação do Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem. A convocatória, que está disponível no site da Prefeitura do Recife, é voltada para espetáculos de Artes Cênicas, nas linguagens de Circo, Dança, Ópera e Teatro, que desejem se apresentar durante o mês de setembro.

Podem participar da seleção pessoas físicas ou jurídicas que residam em Pernambuco. Os interessados devem apresentar as propostas até o dia 15 de agosto, na sede da Secretaria de Cultura, na Av. Cais do Apolo, nº 925 – 15º andar, Bairro do Recife. O resultado será divulgado no Diário Oficial do Município, até 15 dias depois do término do prazo das inscrições.

A iniciativa tem como objetivo incentivar a produção das Artes Cênicas na capital pernambucana. As propostas serão analisadas por uma comissão formada por representantes da Secretaria de Cultura, da Fundação de Cultura Cidade do Recife, do Conselho Municipal de Políticas Culturais e de entidades representativas de artistas ou produtores de artes cênicas. Duas serão as etapas de avaliação: a documentação de habilitação e a proposta do espetáculo em si.

Dúvidas poderão ser esclarecidas através dos números 3355-9821 / 3355-9822, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, ou através do email teatroluizmendonca@hotmail.com. - See more at: http://www2.recife.pe.gov.br/abertas-inscricoes-para-ocupacao-de-pauta-do-teatro-luiz-mendonca/#sthash.Fd3SShdO.dpuf

6º Concurso de Desenho e Redação da CGU



Início das inscrições

01/01/2014

Fim das inscrições

26/09/2014

Tema

Acesso à Informação: Um direito de todos

Em ano de Copa do mundo, eleições nacionais para Presidente e Governadores e manifestações populares em todo Brasil, nada mais oportuno do que levar para sala de aula a discussão da Participação Cidadã.
Desde maio de 2012 está em vigor a Lei 12.527/2011, a Lei de acesso à informação, carinhosamente chamada de LAI.
Você sabia que a LAI permite a qualquer pessoa perguntar diretamente a qualquer órgão ou entidade de governo federal, estadual ou municipal sobre qualquer informação pública? E que a LAI vale para todos os poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário, além dos Tribunais de Contas e Ministério Público? Todos sem exceção devem responder às perguntas da sociedade.
Você sabia que essas perguntas podem ser feitas diretamente pela internet e que o cidadão tem direito a uma resposta em 20 dias em regra e se achar a resposta insuficiente ainda pode recorrer para uma revisão? No governo federal, por exemplo, é só acessar o site e se cadastrar na hora:

Acabou a cultura do sigilo. Com a LAI todos tem o direito ao acesso à informação!

Quanto mais informada for a sociedade, melhor é a sua capacidade de realizar o Controle Social, de votar e de direcionar as ações governamentais para o seu benefício.
É com essa motivação que a Controladoria-Geral da União (CGU) lança o seu 6º Concurso de Desenho e Redação da CGU com o tema “ACESSO À INFORMAÇÃO: UM DIREITO DE TODOS, que pretende estimular professores, estudantes e suas famílias a exercer o controle social com esse novo e fantástico instrumento de cidadania, que é a LAI.

Como a escola pode participar e divulgar?

Veja o regulamento e materiais completos de divulgação aqui!
O prazo limite para envio de trabalhos pelas escolas é dia 26 de setembro de 2014.
Você Professor(a), Diretor(a), Pai, Mãe: leve essa ideia para Escola e ajude a formar uma sociedade mais consciente e participativa!

PREMIAÇÃO e Reconhecimento da Escola-Cidadã

Na categoria desenho, serão premiados os alunos do 1º ano, 2º ano, 3º ano, 4º ano e 5º ano. Já nas categorias referentes às redações serão premiados os alunos do 6º ano, 7º ano, 8º ano, 9º ano, Ensino Médio (1º ao 3º ano) e Educação de Jovens e Adultos. Os primeiros colocados receberão certificado e um netbook; os segundos colocados, certificado e um tablet; e os terceiros, certificado e um smartphone. Os professores dos primeiros colocados ganharão um leitor de livro digital (e-Reader).
Todas as escolas que elaborarem e puserem em prática estratégias de sensibilização e mobilização dos alunos em torno do tema do concurso poderão concorrer ao título de Escola-Cidadã. Basta relatar as experiências desenvolvidas no projeto no campo “Plano de Sensibilização e Mobilização” da Ficha de Participação.
A avaliação dos trabalhos será feita por Comissão Julgadora a ser designada pela CGU, e o anúncio dos melhores em cada categoria ocorrerá até 31 de outubro de 2014. Os prêmios serão entregues aos vencedores até o dia 19 de dezembro de 2014 em cerimônia a ser definida pela CGU.

Histórico do Concurso de Desenho e Redação da CGU

O Concurso de Desenho e Redação da CGU é promovido no âmbito do Programa Olho Vivo no Dinheiro Público, desde 2007, tendo mobilizado mais de 1 milhão de alunos em cinco anos. Os temas das edições anteriores do concurso foram: “Como a sociedade pode ajudar no combate à corrupção?” (2007), “O que você tem a ver com a corrupção?” (2008), “Todos pela ética e cidadania: como posso contribuir para uma sociedade melhor?” (2009), “Como será o futuro do Brasil com o dinheiro público bem aplicado?” (2010) e “A sociedade no acompanhamento da gestão pública: Todos podem fiscalizar o dinheiro público!” (2011).
Leia o regulamento e participe do concurso! Boa sorte!
Dúvidas:

Deputado por um dia!





Todos os anos, em outubro, 400 alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental vêm a Brasília para ocupar o Plenário Ulysses Guimarães e virar deputados por um dia. Eles ocupam o Plenário, discursam na tribuna e votam nos projetos elaborados pelas próprias crianças.

Para os alunos

Já pensou em vir para Câmara dos Deputados para defender uma proposta de lei de sua autoria?
Para começar, você precisa saber que as leis são criadas para organizar e melhorar a vida das pessoas, certo? Sabendo disso, já pode colocar a cabeça para funcionar, pensar numa proposta de lei bem bacana que resolva situações que você ache importante e mandar pra cá! Fácil, não?
Em setembro, as 3 melhores propostas serão escolhidas e, se a sua estiver entre elas, você virá para Brasília com tudo pago para defender sua ideia! A única condição é que você precisa estar cursando uma séria do  5º ao 9º ano do Ensino Fundamental!

 Câmara Mirim 2014 - regulamento para inscrição de projetos (crianças)

Disposições preliminares
• O Câmara Mirim reunir-se-á no dia 30 de outubro de 2014, quarta-feira, às 9 horas.
• O Câmara Mirim apreciará três proposições elaboradas por Deputados Mirins, enviadas ao Plenarinho, avaliados e selecionados por uma Comissão Julgadora.
• Só serão aceitos projetos de lei enviados por alunos matriculados em escolas públicas ou privadas, do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental regular.
• O Câmara Mirim será composto de até 400 (quatrocentos) Deputados Mirins, cujas escolas ou Câmaras Mirins Municipais tenham feito inscrição no portal do Plenarinho e tenham sido selecionadas para participar do evento.
• Essas crianças devem estar regularmente matriculadas entre o 5º e 9º ano de escolas públicas e privadas do ensino fundamental.
• A Comissão Executiva do Câmara Mirim deverá informar os nomes dos Deputados integrantes do Câmara Mirim até 15 (quinze) dias antes da data prevista para o início dos trabalhos.
• As proposições aprovadas ao final da legislatura do Câmara Mirim serão despachadas pelo Presidente da Câmara dos Deputados às Comissões temáticas pertinentes, onde ficarão disponíveis como sugestões para possível apresentação por um Deputado Federal.
• O Câmara Mirim, com sede na Capital Federal, funciona no Palácio do Congresso Nacional.
• Havendo motivo relevante, ou de força maior, o Câmara Mirim poderá, por determinação da Comissão Executiva e com a autorização do Secretário-geral da Mesa, reunir-se em outro local.
Das inscrições dos Projetos de Lei a serem apreciados
• A inscrição por meio do envio de projetos de lei deve ser feita até o dia 29 de agosto de 2014, no caso de envio pelos Correios, e 05 de setembro de 2014, se enviados pela internet.
• Cada participante deverá inscrever um Projeto de Lei de sua autoria, versando sobre um dos temas a seguir:
A) Educação;
B) Cidadania;
C) Cultura;
D) Esporte;
E) Turismo;
F) Saúde;
G) Segurança Pública;
H) Economia;
I) Emprego;
J) Defesa do Consumidor;
K) Agricultura;
L) Meio Ambiente.
• Cada Projeto de Lei enviado deve ser, impreterivelmente, de autoria de um único participante. A veracidade da autoria é de responsabilidade do autor e do seu responsável. Serão desclassificados projetos feitos em coautoria.
• No caso de haver projetos rigorosamente iguais, será considerado somente o que tiver sido enviado primeiro, considerando-se a data registrada no sistema ou de envio pelos Correios. Os demais serão desclassificados.
• Os Projetos de Lei devem ser encaminhados pela Internet, por meio do portal infantil da Câmara dos Deputados (www.plenarinho.leg.br/camaramirim) ou pelo correio, em formulário próprio disponível para impressão, ou ainda por email, para o endereço plenarinho@camara.leg.br.
• Os Projetos de Lei encaminhados pelo correio deverão ser postados para o seguinte endereço:
Plenarinho – Câmara Mirim
Palácio do Congresso Nacional – Câmara dos Deputados
Ed. Anexo I, 15º andar, sala 1505
Praça dos Três Poderes
Brasília – DF – CEP: 70160-900
• Somente serão aceitos para seleção os Projetos de Lei encaminhados pela Internet, em www.plenarinho.leg.br/camaramirim ou para plenarinho@camara.gov.br, até o dia 05 de setembro de 2014.
• Somente serão aceitos para seleção os Projetos de Lei postados pelo correio até o dia 29 de agosto de 2014. Os Projetos de Lei postados após essa data não serão considerados para julgamento.
• Todas as informações relativas à inscrição dos Projetos de Lei ficarão disponíveis no portal Plenarinho - www.plenarinho.leg.br -, no ícone do Câmara Mirim.
Da seleção dos Projetos de Lei
• Serão considerados válidos para seleção apenas os projetos que atenderem a todas as exigências deste Regulamento.
• A seleção dos Projetos de Lei a serem apreciados na Sessão do Câmara Mirim será feita por uma Comissão Julgadora, formada por servidores da Câmara dos Deputados especialistas em processos legislativos e indicada pela Comissão Executiva.
• A Comissão Julgadora usará os seguintes critérios no processo de avaliação dos Projetos de Lei:
a) Criatividade e originalidade do texto;
b) Adequação obrigatória ao tema;
c) Clareza de ideias;
d) Pertinência e importância da aprovação do projeto para a sociedade brasileira.]
• Serão escolhidos os três melhores Projetos de Lei, após análise das proposições enviadas.
• Em caso de não-cumprimento das normas estabelecidas neste Regulamento e no surgimento de problemas que prejudiquem o desenvolvimento das atividades, a Comissão Executiva terá completa e total autonomia para tomar decisões, não cabendo contra ela qualquer tipo de recurso.
• A Câmara dos Deputados notificará, por e-mail e telefone, todos os autores de projetos escolhidos, desde que os mesmos estejam corretamente identificados por meio dos dados cadastrais exigidos no formulário de inscrição. Caso as informações estejam incorretas, impossibilitando o contato com o autor ou seus responsáveis, o projeto será desclassificado.
• O resultado da seleção dos Projetos de Lei que serão apreciados na Sessão do Câmara Mirim será divulgado no portal Plenarinho (www.plenarinho.leg.br) no dia 23 de setembro de 2014.
Da participação dos autores dos Projetos de Lei selecionados na Sessão do Câmara Mirim
• Os três autores dos Projetos de Lei selecionados participarão da Sessão do Câmara Mirim, do dia 30 de outubro, onde exercerão o papel de Deputados Federais Mirins, devendo apresentar seus próprios Projetos de Lei e votar os demais projetos selecionados.
• Os autores dos Projetos de Lei deverão comparecer à Sessão do Câmara Mirim acompanhados de um adulto responsável, preferencialmente algum familiar.
• A Câmara dos Deputados providenciará o deslocamento e a hospedagem dos autores dos Projetos de Lei que não sejam residentes no Distrito Federal e dos seus respectivos responsáveis.
• As despesas com a alimentação dos autores dos Projetos de Lei e de seus responsáveis correrão por conta da Câmara dos Deputados.
• Se o autor do projeto de lei residir no Distrito Federal, ele e seu acompanhante terão seu deslocamento providenciado pela Câmara dos Deputados, no dia do evento.
Da divulgação dos Projetos de Lei do Câmara Mirim
• A critério da Câmara dos Deputados, poderão ser utilizados os seguintes veículos e mecanismos para divulgação do Câmara Mirim: rádio, televisão, jornal, cartazes, internet, etc.
• Todos os Projetos de Lei enviados para o Câmara Mirim, vencedores ou não, poderão ser utilizados pela Câmara dos Deputados, desde que mencione expressamente o nome dos autores.
• A inscrição no Câmara Mirim implicará a aceitação, por parte de todos os participantes, na cessão, por tempo indeterminado e de forma gratuita, dos direitos de uso sobre seus nomes, imagens, sons de voz e os direitos autorais dos Projetos de Lei, com vistas à divulgação dos resultados do Câmara Mirim, que serão utilizados a critério da Câmara dos Deputados, inclusive para o fim de publicação dos trabalhos em quaisquer meios de comunicação existentes ou que venham a ser criados no futuro, como livros, jornais, revistas e internet, entre outros. O Termo de Cessão de Uso de Imagem ficará disponível para impressão na internet, no portal Plenarinho, www.plenarinho.leg.br, sob o ícone intitulado “Câmara Mirim”.
Da Mesa Diretora do Câmara Mirim
• À Mesa Diretora do Câmara Mirim incumbe a direção dos trabalhos legislativos. A Mesa da Sessão do Câmara Mirim é composta por um presidente, secretários e vice-presidentes, a serem sorteados entre os alunos indicados pelas escolas e câmaras mirins municipais, conforme o número de instituições participantes.
• No caso do não-comparecimento do presidente à Sessão do Câmara Mirim, assumirá o seu lugar um aluno da mesma escola a ser indicado pelo(a) professor(a) responsável.
• As escolas e câmaras mirins confirmadas deverão indicar um aluno que fará parte de sorteio que definirá os participantes que terão fala na Sessão Mirim para emitir parecer contrário e favorável aos projetos, bem como fazer questão de ordem, pedido de verificação de votação e ocupar os cargos da Mesa Diretora.
Disposições Finais
• Encerrada a legislatura do Câmara Mirim, os Projetos de Lei irão à Comissão Executiva para revisão e correção de eventuais vícios de linguagem, defeito ou erro manifesto, e para a sua publicação em edição especial do Diário da Câmara dos Deputados.
• Os Projetos de Lei aprovados serão encaminhados às Comissões Permanentes da Câmara dos Deputados, de acordo com o respectivo campo temático, para conhecimento.
• Um relatório contendo todos os Projetos de Lei discutidos na legislatura do Câmara Mirim será encaminhado a todos os gabinetes parlamentares.
• Os casos omissos neste Regimento serão decididos pela Comissão Executiva.
• Os dispositivos constantes deste Regimento são passíveis de alteração pela Comissão Executiva, sempre objetivando garantir a plena funcionalidade do Câmara Mirim.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Sony - Breakout Brasil





Atenção aos amigos do facebook a minha banda LIBERDADE VIGIADA esta participando do concurso da Sony Music Breakout Brasil 2014, peço a todos que desejarem e puderem votar no link abaixo, é só marcar 5 ESTRELAS. Agradeço antecipadamente.
OBSERVAÇÃO: Tem que logar na página do Breakout, pelo facebook para a votação ter validade!


http://www.breakoutbrasil.com/breakoutBrasil2014/entry/Liberdade-Vigiada

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Vale-Cultura


O Vale-Cultura um benefício que pode chegar às mãos de 42 (quarenta e dois) milhões de trabalhadores brasileiros. O cartão magnético pré-pago, válido em todo território nacional,  no valor de R$50,00 (cinquenta reais)  mensais, vai possibilitar maior acesso do publico ao teatro, cinema, museus, espetáculos, shows, circo ou mesmo na compra de CDs, DVDs, livros, revistas e jornais. O Vale também poderá ser usado para pagar a mensalidade de cursos de artes, audiovisual, dança, circo, fotografia, música, literatura ou teatro. E para aqueles que quiserem adquirir produtos ou serviços culturais mais caros que o valor mensal do benefício, uma boa notícia: o crédito é cumulativo e não tem validade.
O benefício poderá ser oferecido pelas empresas com personalidade jurídica que possuem vínculo empregatício formal com seus funcionários, ou seja, regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) - e que fizerem a adesão ao Programa Cultura do Trabalhador junto ao Ministério da Cultura.  Em contrapartida, o Governo Federal isentará as empresas dos encargos sociais e trabalhistas sobre o valor do benefício concedido, e ainda, irá permitir que a empresa de lucro real abata a despesa no imposto de renda em até 1% do imposto devido.
Com o intuito de beneficiar primeiramente os trabalhadores de baixa e média renda, as empresas têm de oferecer o Vale-Cultura prioritariamente aos trabalhadores que recebem até 5 salários mínimos. O benefício também pode ser oferecido a todos os funcionários, porém, sempre respeitando a exigência de atender aos trabalhadores com menores salários. Para o trabalhador que recebe até cinco salários mínimos, o desconto em folha de pagamento é opcional pela empresa empregadora e de, no máximo, 10% do valor do benefício, ou seja, R$ 5,00, conforme artigo 15 do Decreto nº 8.084/2013 . Quem ganha até 1 salário paga  R$1,00 (um real). Acima de 1 e até 2 salários, o desconto é de R$2,00 (dois reais). Acima de 2 até 3, R$3,00 (três reais). Acima de 3 até 4, R$4,00 (quatro reais). Acima de 4 até 5, R$5,00 (cinco reais). Para os trabalhadores que ganham acima dessa faixa, o desconto é obrigatório e varia de 20% a 90% do valor do benefício, ou seja, pode chegar a R$45 (quarenta e cinco reais). Cabe lembrar que fica a critério do trabalhador a participação no programa, desde que a empregador tenha feito a adesão.
O potencial de investimento do Vale-Cultura nas cadeias produtivas dos setores culturais é de R$25 bilhões de reais por ano, com uma expectativa de que esse movimento econômico gere ainda um grande efeito multiplicador no consumo de cultura em todo o país, nas grandes e pequenas cidades, uma vez que esta é a primeira política pública que possibilita o crescimento da demanda da população brasileira por produtos e serviços culturais.
De acordo com o artigo 5º da Lei 12.761, que criou o Vale-Cultura, as empresas podem participar do programa como:
I-              empresa operadora - pessoa jurídica cadastrada no Ministério da Cultura, possuidora do Certificado de Inscrição no Programa de Cultura do Trabalhador e autorizada a produzir e comercializar o Vale-Cultura;
II-             empresa beneficiária - pessoa jurídica optante pelo Programa de Cultura do Trabalhador e autorizada a distribuir o vale-cultura a seus trabalhadores com vínculo empregatício;
III-            empresa recebedora - pessoa jurídica habilitada pela empresa operadora para receber o vale-cultura como forma de pagamento de serviço ou produto cultural.
Conforme a Instrução Normativa nº 02/2013 do MinC, o cadastro das empresas e entidades que desejam oferecer o benefício aos seus funcionários pode ser realizado clicando no banner CREDENCIAMENTO, localizado no canto direito desta tela. Na próxima tela,  clique em CADASTRAR BENEFICIÁRIA, localizado no rodapé da página. Nesse momento, a empresa deverá preencher o formulário de credenciamento, indicando a operadora com a qual deseja trabalhar, assim como a lista de trabalhadores divididos por faixa salarial.
O cadastro das empresas operadoras de cartões que desejam trabalhar com o Vale-Cultura também é realizado junto ao MinC, clicando em CADASTRAR OPERADORA. Elas serão contratadas pelas empresas beneficiárias para produzir os cartões magnéticos e também habilitarão as empresas recebedoras que optarem por aceitar o Vale-Cultura como forma de pagamento. As taxas de administração cobradas pelas operadoras das recebedoras e das beneficiárias somadas não poderá ultrapassar a marca dos 6%.
Mais informações e credenciamento no site: http://www.cultura.gov.br/valecultura.

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Candidatos a Presidência do Brasil - Rui Costa Pimenta


Rui Costa Pimenta é candidato do PCO; formado em jornalismo, foi professor de inglês, além der atuar como tradutor e jornalista em assessorias de organizações sindicais. Nascido em 25 de junho de 1957, Rui Costa Pimenta tentará pela terceira vez a Presidência da República. O presidente Nacional do PCO (Partido da Causa Operária) teve a candidatura indeferida em 2006, mas em 2010 conseguiu concorrer no pleito nacional. Atualmente, é o editor responsável pelo jornal Causa Operária, ligado ao PCO.


Candidatos a Presidência do Brasil - José Maria


José Maria  é o candidato do PSTU. Sindicalista e metalúrgico, já se candidatou três vezes à presidência da República. Fundou o PSTU no começo da década de 1990 também após divergências com o PT. Sua corrente ideológica, a Convergência Socialista, foi expulsa do partido por defender a campanha do "Fora Collor". Nascido em 10 de fevereiro de 1960 em São Paulo, Mauro Luís Iasi é formado em história pela PUC-SP, é mestre e doutor em sociologia pela USP. Em sua trajetória, Iasi participou do grupo Luta (Liberdade e União para o Teatro Amador), que montava peças proibidas pela ditadura para universitários e movimentos sociais na década de 1970. O candidato também fez parte do movimento estudantil.

Candidatos a Presidência do Brasil - Eduardo Jorge



O Partido Verde (PV) lançou Eduardo Jorge na disputa. Nascido na Bahia, em 1949, Jorge é formado em medicina pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Participou de movimentos estudantis e populares. Já foi deputado estadual e federal, secretário municipal de Saúde de São Paulo e é secretário do Verde e do Meio Ambiente em São Paulo.

Candidatos a Presidência do Brasil - Everaldo Pereira


O pastor Everaldo Pereira é o nome lançado pelo Partido Social Cristão (PSC) na disputa. Nascido em 1956, no Rio de Janeiro, ele é formado em ciências atuarias pela Faculdade de Economia e Finanças do Estado do Rio de Janeiro. Pereira foi cabo eleitoral de Leonel Brizola em 1982.

Candidatos a Presidência do Brasil - José Maria Eymael


Do Partido Social Democrata Cristão (PSDC), José Maria Eymael tenta novamente o mais alto cargo do Executivo. Formado em direito e história natural pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), Eymael ficou conhecido pelo jingle de sua campanha: “Ey ey Eymael, um democrata cristão”. Nascido no Rio Grande do Sul, em 1939, já foi deputado federal em 1986 e reeleito em 1990.

Candidatos a Presidência do Brasil - Mauro Iaisi

Mauro Iasi é o candidato do Partido Comunista Brasileiro (PCB). Nascido em São Paulo, em 1960, Iasi já foi presidente do sindicato dos docentes de 2011 a 2013. Atualmente, é professor da Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e autor de diversos livros.






Candidatos a Presidência do Brasil - Levy Fidelix


Fundador do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), Levy Fidelix é novamente o nome da legenda na disputa pelo Planalto. Fidelix nasceu em Minas Gerais, em 1951, e é conhecido por sua constante proposta no setor de transportes: o 'aerotrem'.

Candidatos a Presidência do Brasil - Luciana Genro



Luciana Genro (RS), filha do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), como candidata pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). A professora de inglês e advogada Luciana Genro concorre pela primeira vez à Presidência, porém, já é experiente em cargos nacionais. Ela já foi eleita deputada federal para dois mandatos: de 2003 a 2007 e de 2007 a 2011. Na primeira vez, pelo PT. Já pela segunda vez, pelo PSOL, partido do qual faz parte até hoje.

Candidatos a Presidência do Brasil - Eduardo Campos



Eduardo Campos, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), lançou sua candidatura à Presidência, com Marina Silva como vice. Nascido em Recife, em 1965, ele é formado em economia, pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Já participou da criação da primeira Secretaria de Ciência do Nordeste (1987); foi deputado estadual em 1990; deputado federal em 1995; secretário da Fazenda em 1996; deputado federal em 1998, reeleito em 2002; ministro da Ciência e Tecnologia em 2004 e governador de Pernambuco em 2006, sendo reeleito em 2010. É a principal ameaça a Dilma Rousseff no Nordeste, onde o PT tem tradição de votos.
Já Marina Silva nasceu em 1958, em Rio Branco, e é formada em história pela Universidade Federal do Acre. Ambientalista e pedagoga, ela já foi vereadora, deputada estadual, senadora por 16 anos e ministra do Meio Ambiente durante o governo Lula. Após romper com o PT, filiou-se ao Partido Verde, pelo qual concorreu à Presidência em 2010 -- obtendo a terceira colocação no primeiro turno, com mais de 19 milhões de votos válidos --, mas rompeu com a legenda para fundar a Rede. Sem conseguir registro no TSE, filiou-se então ao PSB

Candidatos a Presidência do Brasil - Aécio Neves



Aécio Neves, oficializado em convenção do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira). Ele nasceu em Belo Horizonte, em 1960, e é formado em economia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG).
Neto do ex-presidente Tancredo Neves, Aécio foi secretário pessoal do avô. Em 1986 foi deputado federal, sendo reeleito em 1990, 1994, 1998; foi governador de Minas Gerais em 2002 e reeleito em 2006. Atualmente é senador pelo Estado mineiro. Chegou a ser cotado para disputar a Presidência em 2010, mas retirou-se, liberando o caminho para José Serra -- que sofreu nova derrota para o PT.

Candidatos a Presidência do Brasil - Dilma Roussef



Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), foi confirmada como candidata do partido. Disputando a reeleição, Dilma nasceu em Belo Horizonte, em 1947. Ela é formada em ciências econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS) e chegou a ser presa durante a ditadura militar, quando era militante. Dilma já foi secretária municipal de Porto Alegre e secretária estadual de Energia, Minas e Comunicações.
Durante o mandato de Lula, foi ministra de Minas e Energia e ministra-chefe da Casa Civil, antes de se eleger a atual presidente.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Curso sobre Financiamento Audiovisual



Para oferecer suporte aos produtores, distribuidores, agentes e players do mercado, o curso Fontes de Financiamento ao Audiovisual da Rede Cemec reúne especialistas do mercado audiovisual para abordar as ferramentas de negócio, os instrumentos de financiamento público e privado, e as oportunidades de circulação comercial dos filmes e séries.
O programa do curso foi definido em três partes que compreendem: mecanismos públicos (programas de fomento, leis federais, estaduais e municipais), mecanismos privados (product placement, capital de risco, contemplando também receitas comerciais), culminando na abordagem de um case de financiamento múltiplo, o qual possibilitará ao aluno o entendimento das diversas possibilidades e desafios na viabilização de um mesmo projeto. O curso acontece nos dias 19, 20, 26 e 27 de julho em São Paulo. Associados ABPITV têm 20% de desconto.

Programa

19 de julho de 2014
AULA 1 | Programas de Fomento | Rodrigo Camargo | Fundo Setorial do Audiovisual e Editais
AULA 2 | Leis de Incentivo  Minom Pinho | Lei Rouanet (Artigos 26 e 18), Lei Estadual (Proac) e Lei Municipal (Mendonça)

20 de julho de 2014
AULA 3 | Lei do Audiovisual  | Gilberto Toscano| Artigos 1º, 1º A, 3º e 3º A e Medido Provisória 2.228-1/01 (Art 39: Condecine e Art 41: Funcine)
AULA 4 | Janelas Comerciais  Krishna Mahon | Cinema, Home Vídeo [dvd e blue ray], On Demand, Tvs fechada e aberta e Vendas Internacionais

26 de julho de 2014
AULA 5 | Regulação da Tv Paga | Alexander Patêz Galvão (a confirmar) | Fundamentos da Lei 12.485/2011
AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content





Curso de Audiovisual gratuito


Síntese do Curso de Roteiro de filmes
O Curso de Roteiro, ministrado por Daniel Tavares do estado de Pernambuco, terá 40 horas-aula e tem como objetivo apresentar aos participantes uma breve perspectiva histórica da dramaturgia clássica e moderna, aprofundar nos elementos fundamentais da escritura cinematográfica (idéia, tema, conflito, personagens, cenas e seqüências, gêneros e modelos estruturais), assim como estudar uma metodologia de análise a partir de um conjunto de ferramentas úteis aos mecanismos discursivos (premissa, ponto de vista, eixos dramáticos e temáticos).
A articulação política para melhorar o aperfeiçoamento de técnicos do audiovisual rondoniense é meta permanente da ABD Seção Rondônia, que tem no comando o fotógrafo e diretor de cinema e vídeo profissional Luiz Brito. Nessa parceria institucional tem diversos parceiros local, a Imprensa Rondoniense, o 5º Festival de Cinema Curta Amazônia, a Casa de Cultura Ivan Marrocos do Governo de Rondônia, Iphan Rondônia, além dos promotores e realizadores da oficina nacional: Canne, Fundação Joaquim Nabuco, Secretaria do Audiovisual, Ministério da Cultura, Ministério da Educação do Governo Federal.
Como fazer a inscrição:
As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no período de  11 a 27 de  julho.  Não sendo aceitas inscrições efetuadas fora do período indicado. Os interessados deverão preencher a ficha de inscrição disponível no site http://www.fundaj.gov.br/canne e enviá-la para cursos.canne@gmail.com.
Na ficha de inscrição, constam os campos Carta de Intenção e Currículo que deverão obrigatoriamente ser preenchidos na própria ficha. A inscrição só será validada após o recebimento da ficha de inscrição devidamente preenchida.
As VAGAS SÃO LIMITADAS. O curso é válido para todo o Estado de Rondônia.
Período do curso: 11 a 15 de  agosto
Inscrições: 11 a 27 de julho
Comissão de seleção: 28/7 a 01/8
Resultado dos selecionados: 04 de agosto
Número de vagas: 25.
Email: cursos.canne@gmail.com
Onde: em Porto Velho/RO.
Local do curso: Casa de Cultura Ivan Marrocos - Av. Carlos Gomes, 561 - Bairro Caiari.


Meu Evento tem Acesso


domingo, 13 de julho de 2014

Nova Acrópole

Projeto Domingo Filosófico na Livraria Cultura
 
Grandes líderes da História: Júlio César
20 de Julho, domingo, às 17h
Um olhar sobre Roma a partir dos seus grandes líderes.Neste cenário, Júlio César desempenhou um papel fundamental na expansão da República Romana com sucessivas conquistas, estratégias e exemplo de liderança.
Ingresso: 1kg de alimento não perecível | Local: Livraria Cultura (Av. Dom Luís, 1010 - Meireles)
 
Mostra de Abertura de Turma
 
Espectador ou protagonista, o que você quer ser?
21 de julho, segunda-feira, às 19h30
Venha conhecer a proposta da filosofia para aprender a conduzir a própria vida e construir um mudo novo e melhor. Não seja espectador ante a vida!
Entrada Franca | Local: Nova Acrópole Fortaleza
 
Mostra de Abertura de Turma
 
Confúcio e a Sabedoria Chinesa
28 de julho, segunda-feira, às 19h30
Um dos principais filósofos da China, Confúcio transmitiu ensinamentos atemporais sobre a ética, a ordem e a justiça social. Como aplicar essas ideias nos dias atuais?
Entrada Franca | Local: Nova Acrópole Fortaleza
 
Nova Turma do Curso de Filosofia Prática em Agosto!
 
Desperte o que há de melhor em você! 
Aula Inaugural: 11 de agosto, segunda-feira, às 19h30
O Curso de filosofia prática da Nova Acrópole nos leva a compreender e a vivenciar valores e ensinamentos universais, com o objetivo de ajudar na transformação do homem e da sociedade. O programa de estudos engloba a sabedoria dos grandes filósofos do Oriente e Ocidente. Conteúdo: As 7 dimensões do ser humano Filosofia Indiana Filosofia Tibetana Filosofia Budista Filosofia Chinesa Filosofia Platônica Filosofia Aristotélica Filosofia Kantiana Filosofia Estóica Neoplatônicos Filosofia da História Carga horária: 40 Horas Aula | Duração: 5 meses | Periodicidade: 2 horas aula, 1 vez por semana
Inscrições Abertas! Não são necessários conhecimentos prévios | Vagas limitadas
 
Programa Janos
 
Curso de Filosofia Prática para Jovens de 14 a 17 anos
Turma aberta: sempre às quintas-feiras, às 19h30
Atreva-se ao novo! Busque a esperança em um mundo futuro! Encontre uma nova forma de encarar a vida! Descubra amizades verdadeiras! Com aulas de filosofia e atividades práticas, o Programa Janos apresenta ferramentas para abrir os olhos a uma nova forma de vida.
 
Mostra do Programa Janos
A filosofia dos contos de fadas*
17 de julho, quinta-feira, às 19h30
E quem disse que os contos de fadas são só para crianças? Há muitos símbolos por trás dessas histórias aparentemente sem conteúdo adulto. Descubra como essa visão filosófica pode estar em tudo que vemos e fazemos.
*Exclusico para jovens de 14 a 17 anos | Entrada Franca | Local: Nova Acrópole Fortaleza
 
Nova Acrópole - Ceará - Fortaleza
(85) 3257-2777 / (85) 8838 - 3463
R. Vicente Leite, 2451, Dionísio Torreshttp://acropole.org.br/brasil/sedes/fortaleza.html

Há Muito Tempo Atrás...



             


              Ela já estava cansada da viagem. O marido aproveitava a estada e dormia, só acordando com a chegada do serviço de quarto. As crianças...bem, as crianças são o que são, batem todos os espaços do navio, conversam com todo o mundo, os filhos dos outros passageiros, os tripulantes, era uma animação só. Ela não! Estava enjoada, detestava a comida e as acomodações. Não estava acostumada a ser servida, nem receber comida daquela forma.
              __ Isso não é natural! Não é coisa de Deus! Resmunga todas as vezes que lhe levavam comida em seus aposentos.
              __Hum! Essa comida é ótima – diz o marido – pare de resmungar mulher, e venha comer.
              __ Você é muito conformado, esbraveja ela, isso é um péssimo exemplo para os seus filhos.
              Ele levanta a cabeça, balança a cabeleira lustrosa, orgulho que ostentava sem pudor. Serra os dentes para a mulher, vira para o lado e continuar a comer.
              __ Essa sua indiferença me irrita – diz sem se incomodar com a cara feia do marido, e mais aborrecida ainda com a adaptação dele pela situação. Eu não me conformo e pronto!
              __ Querida tudo isso é temporário, aproveita a viagem, trata como férias...
              __Férias! Enfurece-se!
              __ Querida você precisa ocupar seu tempo, conhecer os outros companheiros de viagem...
              Novamente ela o interrompe aos brados. Não era de seu feitio, pois fora educada nas tradições de família. Ele era o macho, o protetor; ela cuidava da casa e das crianças. Café da manhã, almoço, jantar, tudo ela providenciava sem reclamar. Mas aquela vida, aquela vizinhança, aquela comida. Tudo a incomodava.
              __Marido!
              __Sim, meu amor!
              __Já parou para pensar a origem da comida que servem aqui? Dê onde vem a comida aqui nesse fim de mundo onde nos estamos?
              __Ora querida, a comida é boa, saborosa, e eles nos servem com tanta atenção e cordialidade.
              __Por um acaso você notou como estão seus dentes? Viu o tamanho das crianças e a sua cabeleira?
              __Minha cabeleira? O que tem minha cabeleira?
              __Esta caindo, responde ela a risadas.
              __Você esta zombando de mim, oras! Isso lá é brincadeira.
              __Não querido! Tem algo errado com essa comida, de onde ela vem, já que estamos no mar há dias?
              __Oras deve ser tudo industrializado, coisa moderna.
              __É por isso que seu cabelo esta caindo, e as crianças não crescem! Isso não é coisa de Deus!
              __Deixe disso mulher! Porque Noé nos salvaria e depois nos serviria comida ruim?
              __Ela era fêmea e mãe. Estava acostumada a disciplina do dia a dia. Aprendeu assim, com sua mãe, que aprendeu com a avó. Era assim a gerações e achava aquilo tudo antinatural.
              __E ora veja, marido! Veja onde nos alojaram, ao lado das zebras e das gazelas, veja se isso não é provocação? Nossos filhos brincam com os filhos delas. Isso não é de Deus!
              __É, também acho isso estranho, mas tem suas vantagens querida!
              __Qual vantagem você vê nisso? Retruca ela!
              __ Quando esse dilúvio acabar elas estarão bem pertinho para você dar o bote!
             

Farsa!


sexta-feira, 11 de julho de 2014

Sintomas de Morte


BNB promove oficinas sobre edital que vai destinar R$ 4,5 mi para projetos culturais




Recife, 10 de julho de 2014 – Nas próximas terças-feiras, dias 15, 22 e 29 de julho, o Banco do Nordeste promove oficinas para os interessados em concorrer ao Edital de Seleção de Projetos Culturais 2014/2015. O processo seletivo vai destinar R$ 4,5 milhões via Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) a projetos nos segmentos de artes cênicas e visuais, humanidades, música e cinema. No Recife, os encontros serão das 13h30 às 15h30, na Superintendência Estadual de Pernambuco (Av. Conde da Boa Vista, 800 – 2º andar).
As inscrições no edital são gratuitas e devem ser realizadas até 31 de agosto de 2014 exclusivamente pela internet (www.bnb.gov.br/edital/programasccbnb). A análise e seleção dos projetos ocorrerá de 1º de setembro a 4 de outubro de 2014. A divulgação acontecerá até o dia 5 de outubro, no portal do Banco do Nordeste (www.bnb.gov.br/cultura).
Serão escolhidos somente projetos realizados nos municípios da área de atuação do Banco do Nordeste (Região Nordeste, Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo) e para a programação dos três Centros Culturais Banco do Nordeste (Fortaleza; Cariri, em Juazeiro do Norte, no sul do Ceará; e Sousa, no alto sertão paraibano).
O prazo de vigência do edital será de dois anos a partir de sua publicação. Os projetos serão selecionados para realização no período de novembro de 2014 a dezembro de 2016. Em caso de dúvidas, os proponentes podem entrar em contato pelo e-mail cultura@bnb.gov.br.


Superintendência Estadual de Pernambuco - Assessoria de Comunicação
Fone: (81) 3198.4200 / Fax: (81) 3198.4233
Ana Paula - 8802.6352 // Helena Alencar - 3198.4203
E-mails: anapaulaot@bnb.gov.br e helenacalencar@yahoo.com.br
Twitter: @imprensaBNB / Facebook: www.facebook.com/imprensabnb